Perguntas Frequentes

A DAAA (Declaração Amigável de Acidente Automóvel) é um impresso constituído por duas folhas para se preencher quando ocorre um acidente automóvel. Depois de preenchido e assinado por ambos condutores, separam-se as folhas e cada um fica com uma parte para entregar ao seu agente / companhia de seguros.

Só se deve preencher a DAAA quando os intervenientes chegam acordo sobre quem recai a responsabilidade pelo acidente. Caso contrário, não preencha a DAAA e entre em contacto com as autoridades para elaborar a certidão de acidente ou auto de ocorrência. Tome nota dos dados do outro interveniente (nome, contacto telefónico, matrícula, apólice e companhia de seguros). Se possível, tire fotografias e verifique se existem testemunhas do acidente

A regularização do acidente é mais rápida pois tem enquadramento na Convenção IDS – Indemnização Directa ao Segurado.

É um acordo celebrado entre praticamente todas as seguradoras que operam em Portugal que se regula pela TPR – Tabela Prática de Responsabilidades. Tem como objectivo agilizar a regularização de acidentes automóvel.

  • Duas viaturas envolvidas no acidente;
  • Não existam feridos, mesmo ligeiros;
  • Acidentes que ocorram em território português;
  • Choque directo entre as viaturas;
  • Os danos materiais não sejam superiores a 15.000,00€ por viatura.

Em caso de acidente, deverá sempre contactar o seu agente ou companhia de seguros para participar.
Se vai entregar a DAAA, terá que preencher a parte de trás da participação e no fim assinar (e carimbar, no caso de empresa).

Comunicar ao seu agente ou companhia de seguros e formalizar uma reclamação à seguradora do outro interveniente.

Pode-se aceder à aplicação através do site www.e-segurnet.pt. Substitui a DAAA em formato papel. A participação é feita através da aplicação no telemóvel. Mais simples, rápido e prático.

Pedir a intervenção das autoridades no local do acidente e identificar o condutor e a matrícula da viatura.

Depois dirija-se ao seu agente / mediador para ajudá-lo a formalizar reclamação ao FGA – Fundo de Garantia Automóvel (http://www.asf.com.pt/isp/FGA)

Se o acidente ocorreu em Portugal, deve-se contactar o Gabinete Português da Carta Verde (www.apseguradores.pt) para se saber quem é o representante da seguradora estrangeira.

Se o acidente não ocorreu em Portugal, deve-se contactar o Centro de Informação português (http://www.asf.com.pt/isp/FGA) para informar qual o representante em Portugal da seguradora estrangeira.

O reclamante pode recorrer ao CIMPAS - Centro de Informação, Mediação, Provedoria e Arbitragem de Seguros – mediante determinadas condições e verificando se a seguradora reclamada é aderente ao CIMPAS (www.cimpas.pt).